Províncias

Direitos humanos abordados no Bié

Matias da Costa

A promoção dos direitos humanos, a emancipação da mulher e  demais instrumentos legais vão ganhar  impulso entre a sociedade civil das províncias do Bié e da Huíla, fruto de um projecto financiado pela União Europeia.

Projecto vai benefíciar populações do Bié e da Huíla
Fotografia: Sérgio V. Dias | Bié

Avaliado em 500 mil euros,  valor disponibilizado pela União Europeia, o projecto é desenvolvido pela People in Need. O  programa  está a ser executado desde segunda-feira, na cidade do Cuito, e vai desenvolver acções  num horizonte de dois anos.
Neste período, de acordo com o programa de actividades da People in Need, vão ser formados 15 mil cidadãos nas duas províncias.
O vice-governador provincial do Bié para o sector Político e Social, Carlos da Silva, elogiou o financiamento da União Europeia e sustentou que os ciclos de formação vão permitir à sociedade, em particular à mulher,  terem novos conhecimentos sobre liderança, emancipação, preservação de valores morais, éticos e patrióticos.
A província do Bié, alvo da acção de segurança alimentar e nutricional, também desenvolvida pela People in Need, participa no projecto com 20 jovens.

Apoio ao Governo
 
A juventude da província do Bié  afirmou o seu  interesse em continuar a apoiar os programas do Governo virados para o progresso, participando de forma activa na reconstrução e preservação de empreendimentos sociais, disse, no Cuito, o secretário executivo do Conselho Provincial da Juventude (CPJ).
Jonatão Cassapi falava durante um acto para saudar o Dia Internacional da Juventude, 12 de Agosto, e explicou que  os jovens, “como força motriz da sociedade, devem aproveitar as oportunidades de formação académica e profissional para assegurar com firmeza o futuro do país”. Garantiu continuar a trabalhar com o Governo para minorar a problemática do emprego e habitação

Tempo

Multimédia