Províncias

Dívida ultrapassa os milhões de kwanzas

Domingos Mucuta | Humpata

A dívida acumulada pelos consumidores e clientes da Empresa Nacional de Distribuição de Electricidade (ENDE) na Região Sul, está avaliada em cerca de 4,5 mil milhões de kwanzas, revelou ontem, no Lubango, o director regional da distribuidora.

A Empresa de Distribuição de Energia Eléctrica da Região Sul está a trabalhar na expansão da rede de distribuição de média e baixa tensão
Fotografia: Dombele Bernardo

João Furtado falava no final de uma visita que o governador provincial da Huíla efectuou  às infra-estruturas pública do sector de Energia no Lubango, com destaque para as instalações de empresa de Produção de Electricidade (PRODEL), da Rede Nacional de Transporte e Central Térmica da Arimba.
O director Regional Sul da Empresa Nacional de Distribuição de Electricidade garantiu ter já definido um plano de regularização da dívida junto dos consumidores e clientes que, numa primeira fase, passa por estimular e reaproximar os mesmos com a empresa para, numa fase posterior, promover a amortização parcelada do valor em causa.
A Empresa Nacional de Distribuição de Electricidade conta com mais de 100 mil clientes registados nas províncias da Huíla, Cunene, Namibe e Cuando Cubango. O número de consumidores que não pagam energia supera esta cifra, situação que preocupa a direcção da empresa de energia.
Neste momento, disse o responsável da Empresa Nacional de Distribuição de Electricidade (ENDE), a empresa desenvolve um trabalho intenso de sensibilização para mobilizar e converter os consumidores em clientes, e possibilitar a abertura de contrato para os que ainda não possuem.
“Há muitos clientes com dívidas elevadas. Há outros que são apenas consumidores e não pagam a energia que utilizam. Já definimos estratégias para invertermos o actual quadro. Vamos dar solução ao problema e fazer com as pessoas passam a apagar aquilo que consomem”, frisou. O director da Região Sul da Empresa Nacional de Distribuição de Electricidade considerou demasiada a dívida, mas garantiu ser confortável a  situação financeira da empresa, pois basta observar que a qualidade de energia distribuída aos clientes continua a ser  a melhor, numa altura em que decorrem projectos de expansão da rede de distribuição de média e baixa tensão.
O projecto da rede de distribuição de média e baixa tensão é extensiva às províncias da Região Sul.
 A ideia é levar a energia eléctrica para os bairros periféricos das cidades do Namibe, Ondjiva, Menongue e Lubango.
João Furtado informou que estão em curso na cidade do Lubango os trabalhos de instalação da linhas de média tensão dupla, que vai alimentar as fábricas de cerveja e de gasosa. A outra linha, acrescentou, é reservada às estações de captação e tratamento de água do complexo turístico da Tundavala e da Humpata.

Tempo

Multimédia