Províncias

Doença desconhecida mata gado na região

Mário Clemente e Tatiana Marta | Catata

Pelo menos 37 cabeças de gado bovino morreram, nos últimos dias, na comuna da Catata, município da Caála, Huambo, vítimas de um surto epidémico ainda não identificado, informou o administrador adjunto daquela circunscrição.

O surto epidémico já causou a morte de centenas de cabeças de gado bovino na comuna
Fotografia: Jornal de Angola

Inocêncio Adriano disse que a doença ainda não identificada pelas autoridades, já matou mais de 30 cabeças de gado nos últimos dias e está a espalhar-se a algumas aldeias da comuna, facto que está a preocupar criadores e autoridades.
O administrador sublinhou que não sabe ainda as causas da diarreia aguda que está a dizimar o gado bovino, mas presume-se que seja de carácter infecciosa, já que o animal depois de morto apresenta inflamação do coração. “É uma preocupação para a administração e criadores porque muitos, sem saber, podem consumir aquela carne e contrair doenças desconhecidas ao longo do tempo”, disse Inocêncio Adriano.  />De acordo com o administrador, as autoridades locais estão preocupadas com a situação e envidam esforços no sentido de estancar esta situação, já que o gado constitui um dos meios de sustento de muitas famílias.
Para tal, pediu ajuda urgente dos serviços de veterinário, para se apurar a causa da morte dos animais.
Bernardo Pambassangue, um dos criadores, disse que, de repente, viu o gado a ter convulsões e horas depois a morrer sem saber as causas.
“ Estamos preocupados com esta situação assustadora, visto que se aproxima a quadra festiva e a maior parte da população da província do Huambo alimenta-se de carne de vaca, o que pode ter consequências graves”, disse.

Tempo

Multimédia