Províncias

Electricidade das Mabubas chega a cinco municípios

A rede eléctrica proveniente da barragem das Mabubas vai-se estender, nos próximos tempos, a cinco municípios dos seis que compõem a província do Bengo, anunciou na quarta-feira, na cidade de Caxito, o director da Energia.

Governo da Província do Bengo pretende deixar de lado a utilização da energia de geradores em algumas localidades por ser bastante onerosa
Fotografia: Arimateia Baptista

Manuel da Conceição disse, durante uma conferência de imprensa, que, com o projecto da expansão da energia eléctrica, o governo da província pretende deixar de lado a utilização da energia de geradores nas sedes municipais e em algumas localidades do Bengo, por ser bastante oneroso.
O director da Energia explicou que os projectos do sector eléctrico estão inseridos no programa de investimentos públicos (PIP) da província do Bengo, mas ainda não estão  a ser implementados por  falta de verbas. A título de exemplo disse que só para se fazer chegar energia aos cinco municípios seriam necessários cerca de 80 milhões de euros.
Estudos estão a ser feitos nestas zonas para que a energia possa sair da Barragem Hidroeléctrica das Mabubas em duas linhas de transformação de 60 kv, passando pela comuna do Píri, com uma subestação de 60/30 kv, e igualmente na vila sede de Quibaxe (município dos Dembos).
Na  subestação da comuna do Úcua haverá duas saídas de 30 kv, sendo uma para alimentar a própria região e outra para o município de Pango Aluquém.
Na comuna do Píri, haverá igual número de saídas, sendo uma derivação em linhas de transformação de 600 kv, que vão alimentar o município de Nambuangongo, com uma subestação de 60/30 kv.
Manuel da Conceição disse que em relação à vila de Quibaxe haverá duas saídas, sendo uma de 30 kv para o município de Bula Atumba, alimentando a comuna de Paredes e outra na sede dos Dembos. Todas elas terão a componente de média, baixa tensão e iluminação pública.
A comuna da Barra do Dande, prosseguiu, será alimentada pela subestação da Centralidade do Kapari, com uma linha de transformação de 30 kv que vai, igualmente  alimentar o hospital geral da Barra do Dande.

Tempo

Multimédia