Províncias

Escassez de sementes agrícola atrasa cultivo

O início da primeira época agrícola no município de Seles está comprometida devido o atraso na chegada de sementes e fertilizantes, disse à Angop o representante da União Nacional da Confederação dos Camponeses (UNACA).

A chuva já começou a cair e os camponeses estão preocupados com a falta de sementes
Fotografia: Mota Ambrósio

Alberto Nito lembrou que a época agrícola abriu no dia 15, mas que por falta de sementes, fertilizantes e instrumentos de trabalho, os camponeses não conseguem desenvolver o trabalho em pleno.
A chuva já começou a cair e os camponeses estão preocupados por não haver  no município a quantidade suficiente de sementes para as necessidades. Para esta época agrícola foram lavrados no Seles cerca de 1.600 hectares de terra para o cultivo de mandioca, feijão, milho, jinguba e hortícolas.  A UNACA tem no município o registo de 38 associações e 24 cooperativas agrícolas.

Tempo

Multimédia