Províncias

Escola Politécnica vai introduzir novos cursos

A Escola Superior Politécnica do Moxico vai introduzir, no ano lectivo que se avizinha, os cursos de medicina, engenharia, agronomia, direito, aquicultura e economia, outrora inexistentes nesta instituição, soube, ontem, a Angop.

Fotografia: Edições Novembro

Estas especialidades não eram administradas por falta do corpo docente, recursos financeiros, equipamentos e outros materiais necessários,mas que agora estão acautelados para o ano académico 2019.
Segundo o director da instituição,Victor Silva,para estes cursos estão disponíveis 55 vagas, somente para candidatos da província do Moxico.
Victor Silva, que falava num debate realizado a propósito da preparação do ano académico 2019, disse que ao contrário do que acontecia no passado, em que as vagas eram disputadas também por candidatos das outras províncias, este ano serão apenas exclusivamente para os estudantes do Moxico.
Adiantou que os mesmos cursos serão partilhados em todas as unidades orgânicas situadas no Huambo, afectas à universidade José Eduardo dos Santos, que constituem a 5º região académica.
Outro dos propósitos da instituição, disse, será a criação de cursos na área de tecnologia agro-alimentar, produção de grãos, ciências agrárias, sociologia, ensino da biologia e psicologia.
Para este ano estão disponíveis, na Escola Superior Politécnica do Moxico, 590 vagas. Além destas,  existem 16 para serem disputadas pelos antigos combatentes e veteranos da pátria, das quais duas para cada curso.

Tempo

Multimédia