Províncias

Escola superior tem novas valências

Nicolau Vasco | Menongue

A Escola Superior Politécnica de Menongue foi ampliada com mais dez salas de aula, três laboratórios, uma biblioteca e cantina no quadro da actuação do Governo Provincial do Cuando Cubango no exercício económico 2013-2014.

Obras de ampliação na Escola Superior criaram um novo alento nos estudantes
Fotografia: Nicolau Vasco | Menongue

O Governo Provincial despendeu mais de 44 mil milhões de kwanzas em 148 empreendimentos de impacto social, dos 154 aprovados, disse, em Menongue, a directora do Gabinete de Estudo, Planeamento e Estatística (GEPE), Bernardeth Dalva, na palestra “O desenvolvimento socioeconómico do Cuando Cubango”, durante as Jornadas Cientifico-pedagógicas da escola de formação de professores “Mwene Vunongue”.
“Em 2014, a carteira de projectos aprovada foi de mais de 35 mil milhões de kwanzas, tendo sido gasto um valor aproximado de 26 mil milhões com taxa de execução anual de 71 por cento”, explicou.
Bernardeth Dalva referiu que no sector da educação, durante os dois últimos anos, o governo provincial construiu 96 escolas, sendo cinco do ensino médio e 91 do ensino primário e secundário, com 571 salas de aula para 45.485 estudantes.
Bernardete Dalva sublinhou que 41 escolas de seis, oito e 12 salas de aulas e um internado no Instituto Médio Agrário do Missombo, aprovados o ano passado, são concluídos em 2015. Uma escola de formação de fiscais ambientais, de Hotelaria e Turismo e de Artes e Ofícios, constam de projectos em curso na comuna do Missombo, a  15 quilómetros da cidade de Menongue.

Sector da Saúde

Nove unidades sanitárias, dos quais um centro de especialidades de saúde, um centro ortopédico, um depósito de medicamentos em Menongue e mais outros cinco postos de saúde em municípios da província foram construídas pelo Governo Provincial do Cuando Cubango.
A melhoria de infra-estruturas da maternidade e do hospital pediátrico de Menongue são  projectos já executados.
Estão em curso as obras do hospital provincial e sanatório em Menongue, e municipais do Dirico, Calai, Mavinga e Rivungo com mais de cem camas cada, disse a directora do Gabinete Estudo, Planeamento e Estatística. No mesmo período, o Governo do Cuando Cubango adquiriu seis ambulâncias e duas viaturas de apoio.
Oito campanhas de vacinação contra o sarampo e a poliomielite abrangeram   656.255 crianças. No programa de combate à malária foram distribuídos 48.086 mosquiteiros.

Outros projectos


O fornecimento de energia e água e as linhas de transporte e comunicações registaram melhorias significativas que beneficiam mais de 200 mil habitantes a nível da província. No quadro dos 200 fogos habitacionais por cada município da província, foram concluídas 475 habitações e outras 436 estão em fase de conclusão.
Estão concluídas 211 casas no município de Menongue, 75 no Cuito Cuanavale, 60 no Nancova, 50 no Rivungo, 21 no Cuito Cuanavale, 20 no Dirico, 15 no Cuangar, 15 no Calai, e oito no Mavinga, disse Bernardete Dalva.
Uma  central térmica de dez megawatts com  cinco mil ligações domiciliares de água e uma outra de captação, tratamento e distribuição de água com capacidade de bombear 11 mil metros cúbicos por dia, para beneficiar 150 mil habitantes, foi construída na cidade de Menongue. A edificação de novos sistemas de captação, tratamento e distribuição de água potável nos municípios do Calai e Cuito Cuanavale está em curso.

Tempo

Multimédia