Províncias

Estiagem severa afectou milhares

Comunidades do Cunene e da Huíla, no sul do país, tinham no final de Setembro de 2016 reservas de comida para menos de seis semanas e 400 mil pessoas precisavam de assistência,

segundo um relatório do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). De acordo com o documento, que analisa o período entre 13 de Agosto e 13 de Setembro, a seca prolongada, relacionada com o fenómeno “El Niño”, afecta cerca de 1,2 milhões de pessoas no sul de Angola, devido ao défice de 40 por cento na produção agrícola.

Tempo

Multimédia