Províncias

Estradas da província em reabilitação

Nicolau Vasco | Menongue

A estrada que liga as localidades do Caiundo/Catuitui, Cuchi/Cutato e Menongue/Cuito Cuanavale, na província do Cuando Cubango, num percurso de 300 quilómetros, vai ser reabilitada em breve, anunciou ontem ao Jornal de Angola em Menongue, o director do Instituto Nacional de Estradas de Angola (INEA).

A maior parte das obras nos vários troços rodoviários suspensas há dois anos por razões diversas vai ser concluída ainda este ano
Fotografia: Nicolau Vasco

Célsio Martins indicou que a maior parte das obras nesses troços rodoviários, suspensas em 2014 e 2015 por razões diversas, vai ser concluída este ano, no quadro das prioridades do Governo Provincial que consiste na melhoria da circulação de pessoas e bens em toda a região.
O director do INEA esclareceu que 94 dos 101 quilómetros do troço entre Longa e Cuito Cuanavale já foram concluídos, enquanto as obras na via Menongue-Cuchi-Cutato, num percurso de 155 quilómetros, estão em 50 por cento.
A ligação Caiundo-Savate, num percurso de 143 quilómetros, cujas obras encontravam-se paralisadas há dois anos, reiniciaram no último trimestre do ano passado e espera-se que até Agosto termine a colocação do asfalto. No segundo semestre de 2017, a via fica completamente reabilitada.
Célsio Martins assegurou que os trabalhos de terraplenagem do troço de 116 quilómetros, entre a localidade de Savate e a vila do Cuangar, estão quase concluídos, mas lamentou o facto das chuvas intensas que se abatem sobre a região, que estão a criar buracos, criando sérios constrangimentos.
A rede fundamental de estradas a nível do Cuando Cubango, segundo o responsável, inclui cerca de quatro mil quilómetros por construir, entre vias secundárias e terciárias, sobretudos os troços Cuangar/Dirico, Dirico/Rivungo, Mucusso/Buabuata/Luiana, Cuito Cuanavale/Mavinga/Rivungo, Cuito Cuanavale/Nancova/Calai e Mavinga/Neriquinha. De acordo com o director do INEA, o programa de reabilitação de estradas no Cuando Cubango iniciou em 2007 e, nesta altura, já estão asfaltados 405 quilómetros, dos quais 105 entre Menongue e Cuchi, 135 de Menongue a Caiundo e 181 desde a capital provincial até ao Cuito Cuanavale, passando pela localidade do Longa.
O troço de 75 quilómetros na Estrada Nacional 240, entre Menongue e a ponte do rio Cuele, na fronteira com a província do Bié, também foi asfaltado. “Desde 2007 foram construídas 28 pontes, das quais sete de estrutura de betão armado, 13 metálicas, três flutuantes e igual número de mista de betão e metálica, totalizando 1.605 metros de comprimento”, sublinhou Célsio Martins, acrescentando que está prevista a construção de outras 17 pontes metálicas. O director do INEA lamentou a insuficiência de técnicos qualificados, sobretudo engenheiros de construção civil, para fazerem um acompanhamento e fiscalização mais rigoroso das obras em curso na região.

Arruamentos de Menongue

O governador da província do Cuando Cubango, Higino Carneiro, anunciou recentemente que no âmbito do Programa de Investimentos Públicos (PIP) de 2016, estão previstos a pavimentação e arruamento de 74 quilómetros na zona urbana da cidade de Menongue.

Tempo

Multimédia