Províncias

Estranhos identificam cidadãos no Lobito

As autoridades tradicionais das povoações do Kulango e Tchimbambu, município do Lobito, denunciaram no sábado a existência, na região, de um grupo de indivíduos que interceptam os cidadãos que circulam nas estradas terciárias daquelas localidades, informou a Angop.

As autoridades tradicionais das povoações do Kulango e Tchimbambu, município do Lobito, denunciaram no sábado a existência, na região, de um grupo de indivíduos que interceptam os cidadãos que circulam nas estradas terciárias daquelas localidades, informou a Angop.
De acordo com os sobas Xavier Domingos e Alfredo Ndolo, que prestaram a informação no encontro com o primeiro secretário municipal do MPLA no Lobito, Julião de Almeida, os indivíduos fazem perguntas aos cidadãos sobre a filiação partidária e a seguir recebem os bens que transportam.
Os sobas informaram que as acções destes indivíduos, iniciadas em finais de 2009, estão a intensificar,e  por isso pediram o apoio da polícia e da administração.
O primeiro secretário do MPLA no Lobito, Julião de Almeida, tranquilizou os sobas e habitantes, garantindo que os infractores serão capturados e levados à justiça. Julião de Almeida informou que nos termos da Constituição é crime identificar outro ou procurar saber qual é sua a filiação partidária.

Tempo

Multimédia