Províncias

Estudantes da província com mais opções de cursos

Adriano Sapalo | Malanje

Dois novos institutos superiores politécnicos entraram na quinta-feira em funcionamento na província de Malanje, o que vai permitir com que os estudantes universitários tenham mais opções na sua formação académica. 

Centenas de caloiros foram baptizados
Fotografia: Edições Novembro

Com as designações de Catepa e Cardeal D. Alexandre do Nascimentos, as duas instituições de iniciativa privada vão ministrar cursos de Direito, Economia, Informática, Psicologia, Pedagogia, Electrónica, Medicina, entre outras especialidades.
O vice-governador provincial para o sector Político e Social, Manuel Campos, que testemunhou o “baptismo” dos 799 caloiros, disse que os institutos superiores surgem em resposta ao Plano Nacional de Formação de Quadros a nível do país.
Manuel Campos destacou que o ingresso no ensino superior marca o início de uma nova etapa académica, além de constituir motivo de satisfação e expectativa para muitas famílias de Malanje.
“A província de Malanje em pouco mais de sete anos continua a somar vitórias no que diz respeito ao ensino superior, se tivermos em conta a abertura de duas unidades orgânicas. Peço aos novos estudantes que se dediquem mais aos estudos, assim como na investigação científica, para a elevação dos níveis académicos”, sublinhou.
O Instituto Superior Politécnico de Malanje registou mil candidatos, tendo sido apurados e matriculados apenas 264 estudantes, 40 dos quais no curso de Ciências Farmacêuticas, 60 em Enfermagem e 164 em Psicologia Clínica. O director-geral do Instituto Superior Politécnico de Malanje, Eduardo Valentim, apelou  aos novos estudantes no sentido de cumprirem escrupulosamente as regras e regulamentos internos.
A cerimónia de “baptismo” de caloiros, que se realizou nas instalações da Faculdade de Medicina, adstrita à Universidade Lueji-aNkonde, decorreu sob o lema “Por um Ensino Superior de Qualidade, Promovamos a Cultura do Mérito” e juntou estudantes da Escola Superior Politécnica e Instituto Superior Politécnico e da Tecnologia Agro-Alimentar.

Tempo

Multimédia