Províncias

Estudantes desfilam no Luena a favor da prevenção da doença

Mais de cem estudantes da Escola Superior Politécnica do Moxico, afecta à Universidade José Eduardo dos Santos, manifestaram-se, no sábado, nas principais artérias do Luena, a favor da prevenção do HIV/Sida e contra discriminação dos seropositivos.
Encabeçada pela sua directora adjunta para área de Investigação Científica, Isabel Baptista dos Santos, a marcha começou no pavilhão gimnodesportivo 27 de Março e terminou no Largo 1º de Maio.
Ao longo do percurso, os manifestantes distribuíram preservativos e cartas com mensagens sobre a prevenção e gritaram palavras de ordem, como  “abaixo as relações sexuais sem protecção”. No final, Isabel Baptista dos Santos disse que os estudantes universitários têm o dever de sensibilizar as comunidades sobre os cuidados a ter com saúde pública. A professora alertou também para a importância de tratar a água que se consome para evitar a malária e outras doenças e do uso de preservativos, como uma das formas de combater o HIV/SIDA, sífilis, gonorreia e outras infecções transmissíveis sexualmente.
A responsabilidade da prevenção contra estes flagelos, referiu, cabe principalmente aos jovens e às mulheres, que considerou as pessoas mais vulneráveis. Francisco Malopa, estudante e elemento da comissão organizadora, afirmou que a actividade serviu para chamar a atenção para o perigoda sida.

Tempo

Multimédia