Províncias

Estudantes em força nos Jogos Escolares

Joaquim Júnior| Negage e Arão Martins| Lubango

Mais de 1.032 alunos das 18 províncias, sendo 586 rapazes e 446 raparigas, participam nos Jogos Nacionais Escolares, que decorrem na cidade do Negage, província do Uíge, de 19 a 30 deste mês. Orientam os jogos 88 treinadores e 18 responsáveis de delegações provinciais.

Centenas de jovens e crianças estão na cidade do Negage para participar nos jogos escolares
Fotografia: Filipe Botelho| Negage

Um total de 1.186 jovens está envolvido nos jogos, abertos no sábado pela secretária de Estado do Ensino Geral e Acção Social, Ana Paula Inês.
O Executivo, através do Ministério da Educação, ao promover a­nualmente os jogos escolares está a proporcionar condições para o crescimento intelectual e físico saudável das crianças. A vice-governadora provincial da Huíla para o Sector Político e Social, Maria Tchipalavela, teceu tais considerações durante a despedida de 81alunos de diferentes escolas da província que participam nos VII Jogos Nacionais Escolares.
Maria Tchipalavela afirmou que, numa altura em que as crianças vivem um período escolar de férias, os jogos escolares são uma forma de ocupar os tempos livres dos alunos de diferentes níveis de ensino.
A província da Huíla faz-se representar nos VII Jogos Nacionais Escolares nas modalidades de futebol, voleibol, basquetebol, andebol, futebol de salão, atletismo normal e paralímpico. A governante pediu aos alunos participantes nos jogos para primarem pelo princípio do respeito e diálogo. De acordo a vice-governadora, os alunos devem tomar como responsabilidade o facto de estarem a participar nos Jogos Nacionais Escolares e que estes “são muito importantes para o seu crescimento”. O Ministério da Educação, ao proporcionar os jogos escolares, está ainda a “promover experiências que servem de partilha com as futuras gerações, com os filhos e netos” dos participantes.  “São coisas interessantes para as vossas histórias de vida”, rematou.
A vice-governadora pediu às crianças para aproveitarem ao máximo os Jogos Escolares e não criarem dificuldades aos orientadores e orientadoras, de modo a que os objectivos sejam alcançados.
O director provincial da Educação, Ciência e Tecnologia da Huíla, Américo Chicoti, assegurou que o objectivo da província nos sétimos jogos escolares é “melhorar os níveis conquistados na edição de 2012”, que decorreu na província do Namibe. Em 2012 a província da Huíla conquistou a medalha de ouro na modalidade de basquetebol masculino e foi vice-campeã no voleibol. A direcção da Educação na Huíla trabalhou afincadamente para que nada falte à caravana para uma representação condigna da província. A equipa técnica trabalhou com as crianças das diferentes modalidades. “Estamos certos de que tudo vai correr dentro da normalidade, pois as condições técnicas, materiais e de logísticas estão asseguradas”, garantiu.
Américo Chicoti assegurou que o Governo Provincial da Huíla tem desenvolvido acções para o crescimento do desporto escolar e enalteceu a construção pelo Governo de campos desportivos polivalentes nas escolas do município sede da província da Huíla, Lubango, e nos restantes municípios.

Tempo

Multimédia