Províncias

Falsos pensionistas em Nambuangongo

O administrador municipal de Nambuangongo disse, na quarta-feira, ao Jornal de Angola, que a Secção dos Antigos Combatentes detectou a existência de cerca de 300 falsos pensionistas.

O administrador municipal de Nambuangongo disse, na quarta-feira, ao Jornal de Angola, que a Secção dos Antigos Combatentes detectou a existência de cerca de 300 falsos pensionistas.
Van-Dúnem João afirmou que os “falsos pensionistas” foram descobertos depois de um levantamento feito pela administração para apurar o número de beneficiários controlados por cada comuna, com o objectivo de se melhorarem as condições de pagamento.
“Nesse processo apuramos que, dos 4.470 pensionistas registados, 1.850 residiam fora do município e 296 eram falsos”, referiu. O administrador declarou que, a partir de agora, os salários passam a ser pagos através do Banco de Poupança e Crédito (BPC), pelo que todos os pensionistas devem, o mais tardar, até ao fim de Novembro, abrir contas nas dependências daquela instituição.

Administrador refuta rumores

Van-Dúnem João disse ainda que os valores monetários referentes aos meses de Março, Abril, Maio, Junho e Julho já estão disponibilizados”. O administrador do município de Nambuangongo desmentiu os rumores sobre uma alegada transferência da sede da comuna do Gombe para a aldeia do Onzo. “Não há qualquer verdade nisso, o que disse à população, num encontro com os mais velhos da área, foi que, por dificuldades de acesso à comuna do Gombe, ia trabalhar provisoriamente na aldeia do Onzo,” disse. Vam-Dúnem João esclareceu que não há qualquer orientação superior para mudar a sede da comuna, até porque, por questões históricas, o Gombe é referenciado como símbolo de Nambuangongo.                                                              
                                                                                                                                                                                 A.C.

Tempo

Multimédia