Províncias

Famílias no Sumbe vão ser realojadas

Mais de 2.500 residências vão ser construídas na zona do Cuacra, no Cuanza-Sul, para realojar pessoas que vivem em áreas de risco nas proximidades da principal vala de drenagem da cidade do Sumbe, anunciou ontem o vice-governador provincial para o sector Técnico e Infra-estruturas, António Demétrio Sepúlveda.

Vias são reabilitadas para facilitar as trocas comerciais
Fotografia: Edições Novembro

As obras a cargo da empresa Check estão orçadas em 186 milhões de dólares norte-americanos. António Demétrio Sepúlveda garantiu que a implantação das infra-estruturas integradas do Sumbe decorre a bom ritmo.
O vice-governador referiu que já foram feitos os levantamentos topográficos dos pontos onde devem ser fixadas as bombas de absorção das águas subterrâneas e residuais. António Demétrio Sepúlveda frisou que as infra-estruturas integradas estão enquadradas no projecto de regularização dos sistemas de esgotos e limpeza dos canais de evacuação.
António Demétrio Sepúlveda disse que a reabilitação e ampliação dos troços rodoviários que ligam as sedes municipais do Conde e Ebo, bem como Cariango a Mussende, decorrem de forma satisfatória e vão impulsionar o desenvolvimento sócio-económico das referidas localidades.
O vice-governador do Cuanza-Sul assegurou que, depois da conclusão das obras, haverá maior fluidez e segurança na circulação de pessoas e mercadorias nos dois municípios.
António Demétrio Sepúlveda acredita que a abertura das vias vai igualmente impulsionar o investimento económico nas duas regiões.

Tempo

Multimédia