Províncias

Fazendeiros incentivados a produzir café

Isidoro Natalício | Ndalatando

As previsões da colheita de café para o periódo 2017-2018 cifram-se em 5.840 toneladas, das quais 5.680 do tipo  robusta, repartidas pelas províncias do Uíge, Cabinda, Cuanza-Norte, Bengo e Cuanza-Sul, enquanto que o Bié e o Huambo prevêem produzir 160 toneladas de café arábica.

Está prevista a colheita de 5.840 toneladas de café robusta e arábica em várias províncias
Fotografia: Eduardo Pedro| Edições Novembro

Cuanza-Sul pode ter novamente a maior colheita (3.510 toneladas) e  com base num preço médio de 300 Kwanzas o quilo,  esperam-se receitas globais no valor de um bilião e 752 milhões de Kwanzas.
O relatório de balanço do Instituto Nacional do Café (INCA) referente à campanha passada dá conta de que o país arrecadou um milhão, 289 mil e 909 dólares, resultante da exportação de 714.300 quilos.

Tempo

Multimédia