Províncias

Fim da reabilitação a meio deste ano

Delfina Victoriano| Kuito

O director provincial das Obras Públicas do Bié assegurou que as obras de reabilitação e melhoria da circulação rodoviária terminam no primeiro semestre deste ano.

As principais vias de acesso à cidade do Kuito estão a ser reabilitadas
Fotografia: Dombele Bernardo

O director provincial das Obras Públicas do Bié assegurou que as obras de reabilitação e melhoria da circulação rodoviária terminam no primeiro semestre deste ano.
Marques Bango, que reconheceu a situação do mau estado das estradas na cidade do Kuito, disse que as obras previstas constam do quadro da gestão urbana municipal.
O sector das obras públicas, referiu, enquanto órgão reitor no processo de reconstrução, “incentiva os empreiteiros, que são os fornecedores de obras locais, a participar activamente no processo de reconstrução e construção de estradas e pontes”.
Apesar de vários constrangimentos, salientou, o sector das Obras Públicas “dirigiu e acompanhou a execução de várias acções que têm mudado o quadro social que a população enfrentava há alguns anos”.
Marques Bango recordou que a província do Bié é a que sofreu maior destruição com a guerra, pelo que “há necessidade de se reconstruir mais de uma centena de infra-estruturas económicas e sociais”.
A via Kuito-Andulo-Nharêa está a ser reabilitada com asfalto e terraplanada na primeira fase. Nos próximos tempos, todos os troços vão beneficiar de asfalto para facilitar a circulação rodoviária.
Em 2009, o sector das Obras Públicas asfaltou cerca de 350 quilómetros de estradas, dos quais 220 compreendem a via que dá acesso às províncias do Kuando-Kubango e Huambo e o troço Andulo-Calussinga, afirmou.
Nas vias Andulo-Calussinga e Kuito-Chinguar foram asfaltadas cerca de 70 quilómetros em cada uma delas. O troço que vai do Kuquema a Cangala foi reaberto para facilitar o transporte e a circulação de pessoas e bens.
Cinco pontes definitivas estão concluídas, das quais três nos troços Kuito-Chitembo e duas no troço Kuito-Huambo.
Dez pontes de madeira foram reabilitadas, em 2009, nos municípios do Chitembo, Katabola e do Kuito. 

Tempo

Multimédia