Províncias

Formação contínua melhora processo de aprendizagem

Arão Martins | Lubango

A terceira fase do “Projecto Aprendizagem para Todos”, do Ministério da Educação, foi a­presentada, ontem, na Huíla, aos directores, professores e responsáveis de escolas.

Fotografia: Arquivo JA

O projecto visa a formação contínua dos professores e a implementação do sistema de avaliação contínua da aprendizagem dos alunos.
Ivone Augusta, técnica do Projecto de Aprendizagem para Todos do Ministério da Educação, explicou que a expansão da oferta dos serviços educativos nas comunidades foi uma  acção de grande impacto no alargamento da rede escolar e  no aumento do número de alunos e de professores.
Ivone Augusta  referiu que o actual momento que o país vive obriga a  outro passo, para  assegurar a oferta de serviços educativos de qualidade, que permitam a promoção do desenvolvimento humano e o bem-estar de todos.
Contribuir para melhorar a gestão das escolas e a prestação de contas à comunidade local, através da introdução de projectos educativos para melhorar os conhecimentos a­cadémicos e competências pedagógicas dos professores e o uso que fazem do tempo na sala de aula são outros objectivos a atingir, explicou a técnica do “Projecto de Aprendizagem para Todos”.
Ivone Augusta esclareceu que o projecto está inserido nos objectivos de Desenvolvimento do Milénio (2000-2015), no Plano de Acção Nacional de Educação para todos e Plano Nacional de Desenvolvimento e de Formação de Quadros.
O projecto resulta da colaboração  entre o Executivo angolano e o Banco Mundial e da experiência sobre o Sistema de Avaliação de Alunos e Melhoria das Aprendizagens, no Brasil, em 2010.
Ivone Augusta informou que o projecto prevê abranger, em todo país, 500 mil alunos do ensino primário, 980 escolas, 24.­300 professores das Escolas de Formação de Professores.

Tempo

Multimédia