Províncias

Formados mais de dois mil novo profissionais de Saúde

Um total de 2. 565 técnicos médios foram formados na Escola de Formação de Técnicos de Saúde "Arminda Faria", em Ndalatando, província do Cuanza-Norte, desde a criação da instituição, em 2001. 

Fotografia: Edições Novembro

O facto foi revelado em Ndalatando, pela directora da instituição, Maria Tati. A responsável precisou que no período em referência, a unidade escolar formou mil e 998 profissionais de Enfermagem Geral, 261 em Análises Clínicas, 54 em Farmácia, 48 em Radiologia e 45 em Fisioterapia.
Na semana passada foram outorgados diplomas a 144 Enfermagem Geral e 20  formados em  Análises Clínicas. Na ocasião, Maria Tati exortou o governo da província a envidar esforços no sentido de se implementar na província a formação superior em Saúde, sobretudo  nas áreas de Enfermagem, Odontologia, Farmácia, Fisioterapia, Medicina Humana, Nutrição/Dietética, Psicologia Clínica, Gestão em Saúde e Hospitalar, para evitar a fuga de jovens recém-formados para outros pontos do país à procura de formação superior. A Escola “Arminda Faria”, dotada de 15 salas de aula, possui uma capacidade para albergar mil e 620 alunos. Ministra cinco cursos, concretamente, Fisioterapia, Enfermagem Geral, Análises Clínicas, Farmácia e Radiologia, assegurados por 85 docentes, dos quais cinco expatriados.


Tempo

Multimédia