Províncias

Governador do Bié exige mais trabalho e dedicação

João Constantino | Cuito

O governador do Bié exige dos seus auxiliares mais trabalho e dedicação, de forma a darem resposta aos casos referentes à gestão corrente dos diversos sectores.

Governador provincial do Bié dá posse a novos colaboradores
Fotografia: DR

Falando durante o acto de tomada de posse de novos gestores públicos, o governador Pereira Alfredo orientou ao novo director do Gabinete da Educação celeridade na resolução dos problemas acumulados durante muitos anos no sector.

“O novo director da Educação deve atacar os vários problemas que o sector enfrenta. A qualidade do ensino foi uma exigência feita pelo Presidente da República à nova ministra da Educação e este é também o nosso desafio, que passa por reestruturar o sector, extirpando alguns vícios que se foram acumulando durante muitos anos”, afirmou o governador.
Nomeados na quinta-feira, os novos gestores foram empossados sexta-feira. Tomaram posse Evaristo Vitangui Gando, no cargo de director do Gabinete Provincial da Educação, e Agostinho Bumba Eduardo Mariano, chefe de Departamento do Ambiente, Gestão de Resíduos e Serviços Comunitários.
Alfredo Júnior Alexandre foi empossado como chefe de departamento da Agricultura, Pecuária e Florestas do Gabinete Provincial do Bié da Agricultura, Pecuária e Pescas, e Idalina Nalucamba Neyala Liwema, para exercer o cargo de chefe de secção da Família e Promoção da Mulher no município do Cunhinga.
Foram também empossados Domingos Mateus Lopes Adriano, como director do Hospital Municipal do Cunhinga, e Clementina Canimonjo Job, subdirectora administrativa do complexo Escolar n°314 no município do Cuito.
O novo director da Educação, que até então era o director geral da Escola Superior Pedagógica do Bié, garantiu dar continuidade ao progra-ma de trabalho traçado pelo Governo. “Os desafios do sector que acabamos de assumir estão alinhados com a política educacional do Estado angolano. Vamos trabalhar em primeiro lugar com aquilo que tem a ver com a qualidade do ensino", prometeu Evaristo Vitangue.

Tempo

Multimédia