Províncias

Governador do Cuando Cubango garante construção de duas pontes metálicas em Nancova

Carlos Paulino | Menongue

O governador da província do Cuando Cubango, Júlio Bessa, garantiu, no município do Nancova, a 360 quilómetros da cidade de Menongue, a construção, nos próximos meses, de duas pontes metálicas sobre o rio Longa, na localidade de Mpalei-Mpalei, para facilitar a circulação de pessoas e mercadorias.

Júlio Bessa garante construir duas pontes na localidade de Nancova, no Cuando Cubango
Fotografia: DR

Júlio Bessa, que trabalhou durante dois dias no município do Nancova, com o objectivo de se inteirar das dificuldades da população, prometeu também mobilizar equipamentos para trabalhos de terraplanagem do troço Menongue/Nancova, tendo em vista o mau estado em que se encontra.
O Governador não aceitou enquadrar na delegação que dirigiu nenhum jornalista. Segundo um comunicado de imprensa do Governo Provincial, a comitiva encabeçada por Júlio Bessa, para atingir o município de Nancova, num percurso de 360 quilómetros a partir de Mongue, fez cerca de 14 horas. A demora deveu-se às péssimas condições da estrada Cuito Cuanavale/Nancova, um problema que se vive também para se deslocar da cidade de Menongue aos municípios do Cuangar, Calai, Dirico, Mavinga e Rivungo.
A Nota diz que população do Nancova pediu ao goverernador para perssuadir o Executivo para disponibilizar verbas urgente para a reabilitação das vias de acesso, que têm emperrado sobremaneira o crescimento da localidade.
No encontro que Júlio Bessa manteve com os munícipes, segundo o comunidado de imprensa, foram apresentadas preocupações relacionadas com os sectores da Saúde, Educação, Energia Eléctrica, água potável, falta de bancos comerciais, sinal da Rádio Nacional de Angola (RNA) e Televisão Pública de Angola (TPA), serviço de registo civil e identificação, bem como ausência de transportes públicos.
Outras preocupações apresentadas pela população foram a seca que afecta à província, falta de subsídios aos antigos combatentes e veteranos da pátria, excluídos do sistema do Ministério das Finanças.
Em reposta, Júlio Bessa garantiu a resolução de alguns problemas “já nos próximos meses” pelo Governo Provincial, mas os que depende do Executivo, como a reabilitação de estradas e a reposição dos subsídios dos antigos combatentes e veteranos da pátria não estabeleceu uma data para a solução
Sobre o fornecimento de energia eléctrica , o governante disse que será feita uma avaliação técnica da situação, cuja solução deverá passar pela instalação de painéis solares, ao passo que para o abastecimento de água potável estão projectadas a construção de pequenos sistemas.

Tempo

Multimédia