Províncias

Governador apela ao rigor no gasto de verbas públicas

José Chaves

O governador provincial do Bié apelou, ontem, na cidade do Cuito, a uma gestão eficiente dos recursos alocados ao Programa de Investimento Público da província para o ano em curso, orçado em 49 mil milhões,166 milhões e 548 mil kwanzas.

Fotografia: Jaimagens/fotógrafo

Boavida Neto, que falava  na segunda  reunião ordinária do Governo Provincial do Bié, que avaliou o relatório de balanço das acções desenvolvidas no ano transacto e a implementação do Plano Nacional de Desenvolvimento e do Programa de Investimento Público para 2018, disse que os gestores públicos e os demais responsáveis locais devem ser mais rigorosos na gestão dos bens públicos.

“As verbas do Programa de Investimento Público vão ser  alocadas com prioridade para a construção e reabilitação de hospitais, escolas e estradas”, disse, para adiantar  que “ os valores para o saneamento básico são insuficientes, mas os administradores municipais podem fazer muita coisa com  as verbas para melhorarem as condições nas respectivas localidades”.

Boavida Neto sublinhou que o responsável que desviar, para proveito próprio, dinheiro dos cofres do Estado cai nas malhas do Tribunal de Contas, porque este órgão "fiscaliza e controla  a movimentação financeira das empresas públicas”.

 

Tempo

Multimédia