Províncias

Governo aposta na juventude para cargos de gestão pública

O Governo Provincial do Namibe pretende fortificar cada vez a participação dos jovens na gestão da administração de Estado, com vista a dinamizar os serviços sociais básicos à população, assegurou na quinta-feira, o governador Rui Falcão.

Rui Falcão fez tais considerações quando presidia ao acto de tomada de posse dos novos administradores municipais da Bibala, José Tchindongo, e do Tombua, João Ernesto dos Santos, e dos directores dos Transportes, Correios e Telecomunicações, Manuel Boavida Savasuca, e do Gabinete de Comunicação Institucional e Imprensa do Governo Provincial, Alexandre Niuca, entre outros quadros. A actuação das autoridades e os serviços à população estão a ser remodelados no sentido de trazerem uma nova dinâmica, com iniciativas que vão partir dos jovens recentemente empossados.
A nomeação de jovens responsáveis significa que “daqui para diante há um voto de confiança no sentido de melhorar a qualidade de trabalho de todas as instituições da província que prestam serviço à sociedade”.
Neste sentido, o governador provincial do Namibe espera que os recém-empossados saibam abraçar a oportunidade e tenham o melhor desempenho possível nas tarefas diárias a si incumbidas.A rotatividade de quadros em vários sectores visa aumentar a dinâmica de trabalho, dando melhores respostas aos problemas que afligem as comunidades, sobretudo nos municípios da Bibala e do Tombua.
Noutro aspecto, o governador referiu que a nova estrada rodoviária, que liga a província do Namibe e a cidade do Lubango, passando pela Serra da Chela, vai permitir o progresso do comércio e de outros serviços.Vai ser feito um investimento substancial no abastecimento de água potável, com o surgimento de uma nova estação de tratamento, anunciou.
O governo vai continuar a desenvolver esforços no sentido de melhorar paulatinamente os serviços básicos às populações em todas as áreas de jurisdição, sobretudo nos municípios e comunas. A nível do município piscatório do Tombua há um crescimento notável, principalmente com o surgimento de novas fábricas de conservas de pescado e de congelação, o que significa uma redução paulatina do desemprego naquele município.
“É preciso trabalharmos bastante, proporcionando mais contactos com os principais agentes promotores do desenvolvimento económico do Tombua, pois é preciso a proximidade permanente com as populações no sentido de melhorar os seus índices de  entendimento sobre o momento em que estamos e as nossas perspectivas”, disse.

Tempo

Multimédia