Províncias

Governo constrói escola primária e posto de saúde na vila de Chiuca

Cerca de 33 milhões de kwanzas foram investidos pelo governo provincial do Bié na construção de uma escola de três salas de aulas e um posto de saúde na comuna da Chiuca, no município de Catabola, cerca de 82 quilómetros a Leste da cidade do Kuito.

Mais crianças na província do Bié vão ser inseridas no sistema normal de ensino para aprenderem a ler e a escrever
Fotografia: JA

Cerca de 33 milhões de kwanzas foram investidos pelo governo provincial do Bié na construção de uma escola de três salas de aulas e um posto de saúde na comuna da Chiuca, no município de Catabola, cerca de 82 quilómetros a Leste da cidade do Kuito.
A escola tem a capacidade para 270 alunos em dois turnos e comporta ainda gabinetes do director e sub-director pedagógico, secretaria e sala para professores.
O posto de saúde tem capacidade pata atender 60 doentes por dia, comportando áreas como consultório de medicina, pediatria, obstetrícia, sala de partos, banco de urgência e farmácia.
O governador provincial, Boavida Neto, disse que o Governo vai continuar a trabalhar na construção de escolas, postos de saúde e outras infra-estruturas para melhorar a vida da população.

Kangote carece de professores

O sector da Educação na comuna do Kangote, município do Chinguar, província do Bié, carece de 200 professores, para dar cobertura total à rede de ensino naquela circunscrição.
O facto foi revelado na semana finda pelo administrador comunal, Silvano Mucanda, que disse ser mais acentuada a falta de docentes nas embalas, povoações, aldeias e outras localidades adjacentes.
 Nessas localidades, precisou, há várias crianças em idade escolar que ainda se encontram fora do sistema normal de ensino.
Silvano Mucanda sublinhou que em algumas localidades da comuna existem apenas dois professores para mais de 200 alunos, situação que pretendem contornar à luz da reforma educativa em curso no país.
Quanto ao material escolar, mostrou-se preocupado por não existirem agentes económicos para o efeito, o que leva os encarregados de educação a deslocarem-se ao município do Kuito ou Chinguar para a compra do mesmo.
Informou que no presente ano lectivo foram matriculados mil e 475 alunos, leccionados por 268 professores, em 48 escolas construídas com material local.

Tempo

Multimédia