Províncias

Governo dá prioridade à compra de fármacos

Victorino Matias

A aquisição de medicamentos, para reforçar a capacidade de resposta dos hospitais, centros e postos de saúde da província da Lunda Norte, constam entre as principais despesas a ser realizadas, neste semestre do ano, pelo governo provincial.

O director do gabinete de comunicação institucional e imprensa do governo provincial, Julião Sodré Salvador, que falava na cidade do Dundo, no termo da terceira sessão extraordinária deste órgão, presidida pelo governador Ernesto Muangala, garantiu que as autoridades locais pretendem assegurar que os pacientes deixem de procurar fármacos em locais inapropriados.
Falando na condição de porta-voz do encontro, o director disse que o governo vai prestar também uma atenção especial à manutenção do processo de saneamento básico e de limpeza dos equipamentos sociais, da merenda escolar e da continuidade dos programas “Água para Todos” e de apoio aos camponeses.
Julião Salvador disse também que o governo vai continuar a envidar esforços de modo a concluir as obras em curso de construção de escolas, quer da responsabilidade do governo provincial, quer das administrações municipais, no âmbito do programa de investimentos públicos e da linha de crédito da China. Referiu que a ideia é reforçar a melhoria das condições de acomodação das crianças que ainda estudam em escolas provisórias, bem como impulsionar cada vez mais as acções de reabilitação das estradas terciárias que ligam as comunas às sedes municipais da província.
O porta-voz da reunião do governo provincial disse ainda que foi solicitada aos gestores públicos uma maior visão e responsabilidade na definição das prioridades no conjunto de programas concebidos para os próximos anos, no sentido de distribuir-se melhor as receitas públicas e proporcionar-se melhores condições de vida à população.
Os membros do Governo Provincial da Lunda Norte analisaram ainda outros programas sociais a serem implementados este ano, tendo em conta a redução das despesas correntes face à actual situação económica do país.
Informou que os participantes à terceira sessão extraordinária do governo apreciaram igualmente os estatutos orgânicos das novas unidades sanitárias, com destaque para o Centro Materno-Infantil do Caxinde, dos hospitais Geral do Dundo e Municipal do Chitato, além dos regulamentos internos da direcção provincial da Administração Pública, Trabalho e Segurança Social e da Secretaria do Governo.
Os membros do Governo tomaram conhecimento do documento do Ministério da Administração do Território sobre os limites geográficos das províncias da Lunda Norte.

Tempo

Multimédia