Províncias

Governo multa empresas incumpridoras

Vitória Quintas | Huambo

A Direcção Provincial das Obras Públicas no Huambo vai passar a multar as empresas de construção civil sem condições de segurança no trabalho, afirmou ontem o director do sector, Sebastião Pacato Júnior.

Durante o encontro de concertação com os responsáveis das empresas de construção civil e fiscalizadoras de obras,  Sebastião Pacato Júnior acrescentou que inicialmente são chamadas à razão, para de seguida começarem as sanções.   Sebastião Júnior disse que as empresas que não tiverem placas de identificação, com falta de vistos aos projectos de contratos, adjudicação de obras sem cadernos de encargos ou omissões de informação aos fiscais, são multadas.
“Os empreiteiros têm que estar conscientes da necessidade de dar mais qualidade às obras e cumprir os prazos estabelecidos, para a sua execução”, disse.
O director apelou às empresas de fiscalização a enviarem quinzenalmente à Direcção das Obras Públicas relatórios sobre o estado das obras em curso.   Higino Gonçalves, responsável da empresa de fiscalização, estudos e projectos Ukwatchicundo Empreendimentos, disse que com esta medida a fiscalização das obras vai ser mais rígida.
A representante da empresa de construção civil, “10 Planos”, Elisa Raimundo, presente também no encontro, referiu que as empresas vão poder apresentar obras com mais qualidade e salvaguardar a segurança dos seus funcionários.
Sebastião Júnior promete para breve visitar os escritórios das empresas e as obras em execução em toda a província do Huambo.

Tempo

Multimédia