Províncias

Governo traça estratégias para assistência às crianças

Luísa Victoriano| Malanje

A Direcção de Malanje do Ministério da Assistência e Reinserção Social (MINARS) vai construir, em 14 municípios da província, centros infantis comunitários e criar áreas de lazer para educar e melhorar a assistência alimentar às crianças desfavorecidas.

Directora provincial do MINARS
Fotografia: Eduardo Cunha

 traça estratégia ncriançasA Direcção de Malanje do Ministério da Assistência e Reinserção Social (MINARS) vai construir, em 14 municípios da província, centros infantis comunitários e criar áreas de lazer para educar e melhorar a assistência alimentar às crianças desfavorecidas.Em entrevista ao Jornal de Angola, a directora provincial, Isabel Roque dos Santos, disse que a construção dos centros constaa das prioridades do plano traçado para o próximo ano de 2010. “Isso vai permitir educar as crianças em idade escolar e melhorar o atendimento na alimentação destas, de maneira a garantir o seu melhor crescimento e a formação dos mesmos”, sustentou. O projecto consta do programa dos 11 compromissos em benefício das crianças aprovado pelo Governo angolano.
A reabilitação do lar de terceira idade, localizado no bairro da Maxinde, a expansão do projecto “Trabalho e Renda” em várias localidades, bem assim como o programa de localização familiar são outros projectos incluídos no pacote para este ano.
Em relação a 2009, a responsável disse que, apesar das dificuldades, a instituição realizou várias actividades, sobretudo nos domínios da infância e da assistência alimentar diária, para um total de 663 crianças dos dois aos quatro anos de idade, bem como a vários adolescentes nos centros dos bairros da Carreira de Tiro, da Maxinde, VilaMatilde e da Quizanga.
Nas zonas onde não existem estruturas fixas, o MINARS implementou centros móveis, o que permitiu assistir 4.373 crianças dos zero aos 17 anos, nas áreas do Lombe (comuna de Cacuso), Vanvala, Cangando, (arredores de cidade de Malanje), Quissamba e no município do Quela.
Foi prestado apoio a 469 crianças, residentes em oito lares comunitários afectos às igrejas católica e metodista, com alimentação, vestuário, saúde e educação.
 
Programa de localização e reunificação familiar
 
Isabel Roque dos Santos, esclareceu que, no âmbito do programa de localização e reunificação familiar, a instituição que dirige registou 107 crianças, colocou 23 em famílias substitutas e restituiu 31 crianças às respectivas famílias na zona interior da província. 
No quadro do programa, foram igualmente assistidos cinco jovens órfãos, que viviam sob tutela do MINARS, com chapas de zinco para construção de casa própria e inseridos em projectos de trabalho de rendimento. A mesma direcção assistiu igualmente 632 órfãos que vivem com idosos, 27 crianças em famílias substitutas, 17 gémeos e trigémeos.
Do plano traçado para 2009, a direcção que dirige em parceria com o Ministério de Assistência e Reinserção Social possibilitou a formação de duas educadoras de infância para garantir melhor atendimento às crianças da província. A titular da pasta do MINARS na província disse que a formação técnica é uma valia para a direcção e para as educadoras de infância que lidam com crianças dos lares existentes na província de Malanje.
Foram ainda promovidos cursos de informática aos adolescentes residentes no Lar do Gaiato, pertencente à Igreja Católica, e aos jovens residentes na periferia do mesmo, num total de 40.

 Projecto “Leite e papas”
 
Com o objectivo de prestar apoio às crianças vulneráveis, como órfãos de mães e trigémeos, o Projecto “Leite e Papas” permitiu apoiar um total de 130, incluindo bebes de mães seropositivas. ”Foram apoiadas com leite Nido, papa, farinha de trigo, açúcar e outros alimentos para amamentação dos bebés de mães seropositivas, de maneira a garantir a dieta alimentar e o crescimento saudável dos mesmos”, sublinhou Isabel Roque dos Santos.
Às mães seropositivas foram igualmente entregues 27 kits de prevenção, composto por panelas, baldes e biberões, com apoio da Associação dos Amigos Seropositivos e da direcção provincial da Saúde.
 
Assistência a deficientes
 
Apoio alimentar e formação no centro profissional, localizado no bairro da Maxinde, foram algumas das medidas adoptadas relativamente a 36 portadores de deficiência física e jovens carentes. A formação incidiu nas áreas da pedreira, carpintaria, corte e costura, serralharia, electricidade e informática. 
No âmbito do programa de assistência, a direcção do MINARS assistiu 400 portadores de deficiência e idosos em associação de camponeses, moto-taxi, entre outras áreas, nos municípios de Malanje, Cacuso, Calandula, Cangandala, Kanbundi-Katembo e Quela. 
Do projecto moto-taxi , lançado há mais de três anos na província de Malanje, permanecem seis, o que tem permitido aos portadores de deficiência rentabiliza-los para o sustento das suas famílias.

Tempo

Multimédia