Províncias

Governos provinciais definem estratégias para evitar a propagação da pandemia no Leste do país

Isidoro Samutula | Dundo

Todos os cidadãos provenientes da capital do país devem ser obrigados a apresentar os resultados dos testes da Covid-19, de modo a evitar a propagação da pandemia no Leste do país, defenderam quarta-feira, no município de Xá-Muteba, província da Lunda-Norte, os membros da Comissão Técnica de Estratégias para a Resposta à Pandemia nas províncias de Malanje, Lunda-Norte, Lunda-Sul e Moxico.

Fotografia: DR


Durante o encontro, ficou patente que deve ser reforçada as condições de biossegurança, acomodação, logística e transporte, à disposição das forças da ordem e segurança concentradas no posto policial do rio Lui, e a necessidade de unificação das forças nos controlos policiais de Malanje e Lunda-Norte, a fim de se melhorar o trabalho de vistoria, identificação e assistência às acções de prevenção da Covid-19, com o suporte logístico das quatro províncias em causa.

De acordo com o comunicado final lido pelo porta-voz do encontro, Domingos Mutambi, os governos provinciais defendem a necessidade urgente de criação de condições técnicas para a testagem das amostras nas províncias em referência, assim como a disponibilização de testes rápidos, para a despistagem da Covid-19, no posto policial do rio Lui.

Por razões de segurança no local, a circulação de viaturas fica interrompida no período das 18 às 4h30 minutos, excepto em casos de emergência. No documento, a Comissão Técnica de Estratégias para a Resposta à Pandemia propõe a recolha quinzenal de amostras nas províncias de Malanje, Lunda-Norte, Lunda-Sul e Moxico, para serem enviadas à capital do país.

Recomenda que, as credenciais e declarações apresentadas pelos viajantes devem ser emitidas pelas respectivas empresas e visadas pelos comandos provinciais da Polícia Nacional. Deste modo, também deve ser feito o averbamento dos itinerários e partilha de informações, entre os postos policiais de controlo e equipas de buscas activas, das respectivas províncias.
Para impedir a violação da cerca sanitária, a comissão recomenda o envolvimento de drones para melhorar a capacidade de
vigilância.
O encontro surge como consequência da última visita realizada pelo governador provincial da Lunda-Norte, Ernesto Muangala, à Xá-Muteba, localidade que estabelece os limites entre as províncias de Malanje e Lunda-Norte, através do rio Lui, onde o governante constatou que, apesar da Situação de Calamidade Pública que o país atravessa, um grande número de pessoas e viaturas vindas de Luanda, passam diariamente naquele posto policial em direcção à sede capital da Lunda-Norte, até Lunda-Sul e Moxico.

A ponte do rio Lui, considerada porta de entrada para o Leste do país, regista, em média diária, mais de 30 veículos, entre viaturas ligeiras que fazem serviços de táxi, de Malanje à Xá-Muteba, camiões de mercadorias e carros de serviço ou particulares, que circulam por diversas razões. À entrada da ponte, ocupantes dos veículos são obrigados a cumprir com algumas medidas de prevenção, como a lavagem das mãos com água e sabão, e uso obrigatório de máscaras.

Tempo

Multimédia