Províncias

Grupo de mulheres polícias doa sangue ao hospital geral

Lino Vieira | Luena

O serviço de hemoterapia do Hospital Geral do Moxico está mais reforçado, desde quinta-feira, depois de um grupo de mais de 100 efectivas da Associação da Mulher Polícia de Angola (AMPA) doar sangue àquela instituição, no quadro da Jornada Março Mulher.

O responsável do banco de sangue do Hospital Geral do Moxico, António Matabicho, agradeceu o gesto das mulheres polícias, assegurando que o sangue doado vai ajudar a suprir em grande medida as necessidades da instituição.
A presidente da AMPA no Moxico, subinspectora Ana Samususa Mota, disse que a iniciativa surge numa altura em que as unidades lançam vários gritos de socorro sobre a falta de sangue. A directora provincial da Família e Promoção da Mulher, Domingas Cecília Bento, disse que a mulher, como mãe, deve estar sempre mobilizada para ajudar a salvar vidas. Domingas Cecília Bento afirmou que o gesto da mulher polícia demonstra a união que reina quando o assunto é solidariedade, daí louvar a iniciativa. A directora referiu que a mulher não deve apenas ocupar um espaço de refúgio, onde os membros da família com conflitos a tenham como um meio para esfriar os seus problemas, mas mostrar que tem outras missões a cumprir na sociedade.
“A mulher é quem protege e cuida da família, daí dar hoje um exemplo de determinação, que demonstra o quanto ela está cada vez mais preocupada com o bem-estar das famílias”, sublinhou. A directora encorajou as dadoras a continuarem com mais iniciativas do género, para o bem da sociedade e das famílias em particular, gesto que deve ser seguido por outros grupos sociais.

Tempo

Multimédia