Províncias

Habitação emite contratos de milhões de kwanzas

Justino Vitorino|Huambo

Mais de 100 milhões de kwanzas foram arrecadados para os cofres do Estado, em 2009, pelo Instituto Nacional de Habitação, na província do Huambo, como resultado de novos contratos emitidos para imóveis, durante o referido ano.

Mais de 100 milhões de kwanzas foram arrecadados para os cofres do Estado, em 2009, pelo Instituto Nacional de Habitação, na província do Huambo, como resultado de novos contratos emitidos para imóveis, durante o referido ano.
Aurélio Caiumbuca, chefe de departamento provincial do Instituto de Habitação para Alienação do Património do Estado, afirmou ao Jornal de Angola que, durante o ano passado, a repartição emitiu 173 contratos de imóveis, sendo que a receita arrecadada foi de um milhão e 425 mil kwanzas. Já as receitas arrecadas pelos fundos de emergência renderam, segundo o responsável, cerca de 12 milhões, 602 mil e 831 Kwanzas.
No que tange ao processo de alienação do património do Estado na província do Huambo, Aurélio Caiumbuca disse que foram enviados para a Comissão Nacional de Venda do Património do Estado, em Luanda, mais 300 processos, tendo a instância autorizado já a alienação de 128 imóveis na província do Huambo. O processo resultou na arrecadação, para os cofres do Estado, de mais de 89 milhões de Kwanzas.
“Sobre à alienação, a comissão continua a funcionar nos moldes anteriores, visto que não há alteração alguma. Neste momento, o nosso instituto tem, junto da direcção nacional, cerca de 203 processos à espera de aprovação”, disse.
Segundo ainda Aurélio Caiumbuca, durante o primeiro trimestre do ano em curso, o Departamento Provincial do Huambo do Instituto Nacional de Habitação encaminhou à direcção central, em Luanda, 114 processos de contratos de imóveis para aprovação. No mesmo âmbito, disse o responsável, foram devolvidos ou suspensos três processos, por se verificarem erros nas certidões emitidas pela secção de fiscalização do Ministério das Finanças.

Tempo

Multimédia