Províncias

Administração do Longonjo aposta nas infra-estruturas

O novo administrador do Longonjo, António Kaviendi, anunciou ontem a intenção de  aumentar as infra-estruturas da educação e saúde, de forma a reduzir as distâncias que as populações percorrem para ter acesso aos serviços.

O novo administrador do Longonjo, António Kaviendi, anunciou ontem a intenção de  aumentar as infra-estruturas da educação e saúde, de forma a reduzir as distâncias que as populações percorrem para ter acesso aos serviços. 
Nos últimos anos o Longonjo foi beneficiado com a ampliação da rede escolar e com novos postos e centros de saúde, mas o aumento da população exige a construção de mais escolas e a contratação de mais professores, além do reforço de pessoal médico e de enfermagem, nasestruturas sanitárias do município.
O administrador António Kaviendiassegurou que no sector da educação vai ser ainda este ano  aumentado o número de infra-estruturas escolares junto das comunidades mais isoladas, para evitar que as crianças tenham que andar muitos quilómetros a pé a fim de frequentarem as aulas. Essas comunidadades vão igualmente receber mais professores.. 
“Vamos trabalhar no sentido de aproximar as escolas das nossas crianças, para não percorrerem grandes distâncias para terem acesso ao sistema normal de ensino”, afirmou o administrador.
António Kaviendi referiu ainda que há necessidade de  aumentar o número de unidades sanitárias para que as populações não percorram longas distâncias para terem garantido o acesso à assistência médica e medicamentosa.
A reparação das ruas da vila do Longonjo e as que dão acesso às comunas, bem como as pontes consta igualmente nas prioridades do seu mandato, de forma a melhorar a livre circulação de pessoas e bens na sua área de jurisdição.

Tempo

Multimédia