Províncias

Aeroporto Albano Machado voltou ontem a receber voos

António Canepa | Huambo

A pista do aeroporto Albano Machado, na cidade do Huambo, foi reaberta ontem, após a conclusão das obras de restauro, em cumprimento das exigências de segurança, para a navegação aeronáutica.

Um ângulo do aeroporto que beneficiou de obras na pista
Fotografia: Angop |

Ontem, no aeroporto Albano Machado o movimento era frenético. Além dos passageiros que escalam diariamente a capital do Planalto Central, através dos voos da companhia de bandeira TAAG, outros voos domésticos, incluindo de helicópteros da Força Aérea, com passageiros e mercadorias diversas, não paravam de aterrar ou descolar.
O aeroporto da cidade do Huambo esteve encerrado desde o passado dia 13, para beneficiar de obras de reabilitação na pista. O embarque e o desembarque de passageiros na rota Luanda/Huambo era feito no aeroporto Joaquim Kapango, na cidade do Cuito, no Bié. O aeroporto Albano Machado recebe em média diária cerca de 300 passageiros. Durante os dias que duraram as obras na pista, os passageiros eram transportados por autocarros,  com despesas suportadas pelo Governo da província do Huambo, num percurso de 180 quilómetros, o que constituía um grande transtorno para os passageiros e para o pessoal de apoio.
A pista do aeroporto Albano Machado, construída em 1947, comporta 2.700 metros de comprimento e 24 de largura. Conta actualmente com um moderno sistema de iluminação, montado recentemente para receber voos no período nocturno.
O aeroporto recebe um voo da TAAG por dia e a sua reinauguração aconteceu em 2011, com um movimento de cerca de 300 passageiros diariamente. Passageiros abordados pela reportagem do Jornal de Angola, no acto de desembarque e embarque para a capital do país, mostraram-se mais confiantes em termos de segurança.

Tempo

Multimédia