Províncias

Alfabetização de jovens

Solange Castro | Huambo

Mais de 40 jovens de ambos os sexos, pertencentes à Igreja Metodista Unida (IMU), na província do Huambo, receberam ontem certificados de conclusão do primeiro ciclo de alfabetização e aceleração escolar.

Mais de 40 jovens de ambos os sexos, pertencentes à Igreja Metodista Unida (IMU), na província do Huambo, receberam ontem certificados de conclusão do primeiro ciclo de alfabetização e aceleração escolar.
O curso, que decorreu no bairro da Chiva, arredores da cidade do Huambo, mediante o método “Sim eu posso”, uma parceria com a direcção provincial da Educação, teve duração de nove meses.No acto de encerramento, o reverendo Mateus Francisco disse aos formandos que a alfabetização constitui uma das prioridades do Executivo e as igrejas são os principais parceiros nesta campanha, para que o país cresça e se desenvolva com pessoas e jovens capazes.
O reverendo manifestou que a formação dos jovens no processo de alfabetização e aceleração escolar, através do método “ Sim eu posso”, vem dar resposta ao esforço empreendido pela igreja, com vista à redução do índice de jovens que ainda não sabem ler nem escrever.
 Mateus Francisco disse que a IMU/Huambo, no quadro das suas acções sociais, tem programado várias actividades que visam, sobretudo, erradicar o analfabetismo na sociedade, referindo  ser possível combater este mal, caso as pessoas  se mostrarem interessados em aprender.
“A alfabetização constitui um projecto fundamental para a nossa igreja. com esta iniciativa nós pretendemos que muitos jovens, que não sabem ler nem escrever, deixem de ser considerados iletrados,” afirmou o reverendo.
O curso contou com a colaboração de professores cubanos e insere-se nas actividades das comemorações dos 127 anos da fundação daquela congregação religiosa, a assinalar-se no amanhã, 18 de Março.

Tempo

Multimédia