Províncias

Alunos nocturnos abandonam aulas

Adolfo Mundombe | Huambo

Um total de 1.200 alunos do primeiro e segundo ciclos, que estudavam no período nocturno no complexo escolar “Rei Livongue”, na cidade do Huambo, desistiram no primeiro trimestre, devido à falta de segurança.

O director do complexo escolar “Rei Livongue”, Modesto Chitue, disse ao Jornal de Angola que as desistências dos alunos que estudam no período da noite são frequentes, porque muitos residem em bairros que distam seis a oito quilómetros da escola. “A razão que alegam para a desistência é insegurança à noite. O mesmo não se passa com os alunos que estudam em escolas privadas próximas das suas áreas de residência”.
Os efectivos da Brigada Escolar da Polícia Nacional, acrescentou, são insuficientes para garantir plena segurança aos alunos à noite. No presente ano lectivo foram matriculados 6.974 alunos, sendo 5.026 do primeiro ciclo e 1.948 no segundo ciclo.
O aumento da delinquência, segundo Modesto Chitue, tem causado pânico aos alunos e professores, com roubos de telemóveis, danificação de lâmpadas e vidros das janelas.

Notícia em desenvolvimento...

Tempo

Multimédia