Províncias

Apontadas as causas da vandalização de bens públicos

A falta de consciencialização dos cidadãos sobre a necessidade da conservação dos serviços colocados à sua disposição, associada a débil educação, está na base da vandalização dos bens públicos.

Vandalização da torre de alta tensão
Fotografia: Angop

A opinião é do sociólogo Adriano Katiavala, entrevistado pela Angop para abordar as causas deste fenómeno que tem gerado muitos prejuízos.
“As pessoas não foram preparadas para conservar a coisa pública. É urgente que nas escolas os alunos possam aprender a valorizar os bens públicos e também de terceiros”, sugeriu.
Por sua vez, o sociólogo Memória Ekulika considerou o fenómeno da vandalização dos bens públicos como sendo um indicador de desordem social, cuja principal consequência é o comprometimento do desenvolvimento social e económico do país.

Tempo

Multimédia