Províncias

Aumentam os casos de sida no Huambo

Marcelino Dumbo | Huambo

A província do Huambo registou 1.063 casos de VIH/Sida de Janeiro a Junho deste ano, dos quais 150 resultaram em óbito, devido à chegada tardia às unidades sanitárias, informou ontem o director provincial da Saúde.

Frederico Juliana, que fez este pronunciamento no encontro de apresentação do relatório sobre o estado da saúde na província, com os membros do governo local, chefes de repartições municipais da Saúde, directores de hospitais municipais, representantes dos médicos, enfermeiros, técnicos de diagnósticos e terapêuticos realçou que, os casos registados neste período, maioritariamente, foram de mulheres grávidas.
O responsável da saúde na província afirmou que, no mesmo período, foram notificados 377 casos de tuberculose, dos quais seis resultaram em mortes, o que perfaz com as do VIH/Sida um total de 4,3 por cento de mortalidade bruta hospitalar.
Frederico Juliana referiu, por outro lado, que as 241 unidades sanitárias que o Huambo tem diagnosticaram 74.875 casos de malária, que, para ele, constitui a terceira causa de mortes, depois das doenças respiratórias agudas a nível da província.
Para reduzir o índice da malária, a Direcção Provincial da Saúde procedeu à distribuição mosquiteiros e efectuou 598.340 consultas. O responsável aconselhou a realização de campanhas de sensibilização da população sobre o saneamento básico, a hábitos alimentares saudáveis.

Tempo

Multimédia