Províncias

Aumentam os doentes no Huambo

Tatiana Marta | Huambo

Mais de 4.000 novos casos de VIH/Sida foram diagnosticados na província do Huambo, de Janeiro a Outubro deste ano, revelou ontem,  ao Jornal de Angola,  responsável do Centro de Aconselhamento e Testagem Voluntária Elavoco.

Mais de 4.000 novos casos de VIH/Sida foram diagnosticados na província do Huambo, de Janeiro a Outubro deste ano, revelou ontem,  ao Jornal de Angola,  responsável do Centro de Aconselhamento e Testagem Voluntária Elavoco.
Conceição Ferreira disse que os casos diagnosticados preocupam as autoridades sanitárias da província, que procuram intensificar, junto das comunidades, as campanhas de prevenção, para evitar a propagação, em grande escala, da doença.
Segundo a responsável, só no Centro de Aconselhamento e Testagem Voluntária Elavoco foram realizados 4.515 testes e 320 tiveram resultados positivos. Em toda a província, mais de 10.000 pessoas fizeram os testes de VIH/Sida.
A maior parte das pessoas infectadas, segundo dados estatísticos, são jovens em idade sexualmente activa e mulheres grávidas, disse Conceição Ferreira.
A situação é preocupante, mas o Centro de Aconselhamento e Testagem Voluntária Elavoco tem desenvolvido esforços para que o número de infectados pelo vírus do VIH/Sida reduza consideravelmente.
A responsável do Centro Elavoco pediu aos jovens para aderirem aos centros de aconselhamento e testagem voluntária, com o objectivo de se inteirarem do seu estado serológico e assim ajudarem na redução de casos da doença. O Centro de Aconselhamento e Testagem Voluntária Elavoco tem laboratórios, farmácia e consultório médico.
A unidade sanitária dispõe de medicamentos suficientes para tratar pessoas portadoras do vírus da Sida, segundo Conceição Ferreira.

Tempo

Multimédia