Províncias

Autoridades de Calima prevêem boa colheita

Adolfo Mundombe e Mário Clemente| Calima

As autoridades da comuna da Calima, na província do Huambo, estão a prever altas colheitas de milho e feijão, na presente campanha agrícola, garantiu ontem a administradora local.

Produtores da região esperam melhorias nas vias de acesso para escoar os bens para a cidade
Fotografia: Francisco Lopes | Calima

As autoridades da comuna da Calima, na província do Huambo, estão a prever altas colheitas de milho e feijão, na presente campanha agrícola, garantiu ontem a administradora local.
Guilhermina Bacia disse que em termos de produção alimentar, a comuna da Calima pode tornar-se numa das principais fornecedoras dos mercados da província.
Com 16 associações de camponeses, a comuna da Calima é a maior produtora de soja e cenoura da região, produtos cultivados por famílias e lavradores independentes. Estes produtores enfrentam grandes dificuldades no escoamento dos bens, devido ao mau estado em que se encontram as vias.
Guilhermina Bacia informou que, face ao mau estado da via que liga à cidade do Huambo, muitos investidores abandonaram a comuna, o que fez com o comércio desaparecesse, obrigando as pessoas a percorrer longas distâncias.

Outras acções

O Governo Provincial do Huambo prevê, para este ano, a reabilitação das vias de acesso, uma vez que já foi feito o levantamento das estradas que precisam de intervenção urgente, segundo a administradora.
No sector da Saúde, a administradora Guilhermina Bacia disse que a comuna de Calima registou avanços significativos, nos últimos tempos. A comuna dispõe com um hospital no sector de Cambiote e dez postos médicos. Tem também um centro de saúde, na Calima, com capacidade para internar 15 doentes, e postos nas aldeias da Malanga e Caputo. A administradora de Calima salientou que a assistência médica é assegurada por 93 técnicos de enfermagem e por médicos do hospital do Cambiote. A comuna conta ainda com a colaboração de 115 parteiras tradicionais. A vila da Calima dispõe de um grupo gerador com capacidade de 260 KVA, que fornece energia eléctrica das 18 horas até à meia-noite. A localidade possui ainda um sistema de abastecimento de água potável, por gravidade, referiu a administradora comunal.
Guilhermina Bacia pede a colaboração e união de esforços dos habitantes da comuna, para o seu desenvolvimento. Disse que está em carteira a instalação de energia eléctrica nas escolas, para facilitar o processo de ensino nocturno, com vista a absorver os estudantes adultos.

Milhares de matrículas

 
O sector da Educação tem 26 escolas, das quais 15 de carácter definitivo, 11 comunitárias, que albergam mais de 8.000 alunos, com aulas asseguradas por mais de 200 professores.
Os alunos da iniciação à sexta classe beneficiam gratuitamente de material escolar como batas, livros, lápis, cadernos e merenda escolar.
A administradora Guilhermina Bacia está preocupada com a desistência de muitos alunos, desencorajados pelos próprios pais e encarregados de educação, para desenvolverem, entre outros, trabalhos de pastagem de gado.
A comuna da Calima está a norte do município do Huambo, tem uma extensão de 1.343 quilómetros quadrados e 65.622 habitantes, distribuídos por 103 aldeias, nove sectores e dez ombalas.

Tempo

Multimédia