Províncias

Avarias na rede tornam difícil abastecimento

Azevedo Faria | Huambo

As sucessivas rupturas registadas nas principais condutas de distribuição de água potável estão a dificultar o fornecimento normal à população da cidade do Huambo, informou a chefe de secção do sector.

Elsa Pinto disse que desde a segunda quinzena de Junho até agora, foram registadas 11 rupturas nas condutas de transporte da água, provocadas pelo estado avançado de degradação das mesmas.
Actualmente, a distribuição domiciliar da água é feita de forma alternada, o que torna difícil a vida da população.
De acordo com a responsável, a falta de tubos de substituição está a provocar muitos transtornos aos mais de 12.779 consumidores, numa altura em que as cacimbas, consideradas fontes alternativas, estão quase sem água.
A água consumida na cidade do Huambo é proveniente de uma fonte natural, a partir da nascente de rios, que posteriormente passa por um processo de tratamento com produtos químicos para evitar a contaminação.
Os bairros mais afectados da cidade são a Cidade Alta, Benfica, Santo António, São Pedro e Capango, mas existem outros nos arredores que nunca tiveram á­gua. Elsa Pinto pediu à população para manter a calma, porque o Governo Provincial está a procurar resolver o problema.

Tempo

Multimédia