Províncias

Calomanda e Estufa Fria com torres de iluminação

Mário Clemente| Huambo

Os bairros da Calomanda e Estufa Fria, localizados na periferia da cidade do Huambo, têm desde sábado duas novas torres que garantem uma melhor iluminação pública das principais vias destas localidades.

Os bairros da Calomanda e Estufa Fria, localizados na periferia da cidade do Huambo, têm desde sábado duas novas torres que garantem uma melhor iluminação pública das principais vias destas localidades.
O projecto, inserido no programa do governo de recuperação dos espaços e bens públicos, vai permitir, de acordo com o segundo comandante da Polícia Nacional no Huambo, Assis Neto, diminuir os índices de criminalidade nos referidos bairros, uma vez que “a escuridão é um dos factores que tem influenciado as acções criminosas”.
As duas torres têm capacidade para iluminar um raio de 500 metros quadrados, com o PT instalado nas torres da Calomanda a suportar uma capacidade de 630 Kw e do bairro da Estufa 160 Kw. As torres vão funcionar das 18 às 6 horas da manhã.
O arcebispo do Huambo, Dom José de Queirós Alves, louvou a iniciativa do governo em instalar o sistema de iluminação pública no pulmão frio da cidade, por ser um lugar onde os estudantes refrescam os seus conhecimentos, enquanto outras pessoas encontram ali descanso depois de uma jornada de trabalho.
O vice-governador do Huambo para os serviços técnicos e infra-estruturas, José Kay, disse que o programa do governo da província prevê a colocação de 15 torres pelos diversos bairros periféricos da cidade, durante os meses de Junho e Julho.

Tempo

Multimédia