Províncias

Camponeses dizem esperar boas colheitas

Justino Vitorino | Huambo

Pelo menos 280 mil famílias camponesas agrupadas em associações de camponeses e cooperativas agrícolas na Província do Huambo esperam colher, nesta segunda época agrícola, 328 mil toneladas de milho e 179 mil toneladas de feijão e hortícolas diversas.

Segundo o director provincial da Agricultura e Desenvolvimento Rural, Emitério Tiago, na presente campanha agrícola o Governo distribuiu aos camponeses instrumentos de trabalho para alargarem as áreas de cultivo e melhorar as condições de vida das famílias.
Foram distribuídos pela Direcção Provincial da Agricultura cabeças de gado bovino para tracção animal, charruas, enxadas, limas, tractores, catanas, fertilizantes e sementes diversas de hortícolas. Com o apoio do Executivo, acrescentou, foram desbravados 600 hectares de terras aráveis.
Emitério Tiago admitiu existir a nível da região um aumento significativo de produção de diversas culturas alimentares, fruto do esforço do Executivo na criação de projectos de apoio às famílias camponesas.
“A nível do Huambo, temos uma agricultura satisfatória, mas faltam meios de transporte para o escoamento dos produtos do campo para os principais mercados”, disse  Emitério Tiago, que assegurou que a Direcção Provincial da Agricultura e Desenvolvimento Rural nos últimos tempos tem estado a reforçar a assistência técnica aos camponeses e a introdução de novas tecnologias, através das escolas de campo.

Tempo

Multimédia