Províncias

Centenas de vagas no curso de Direito

Victória Quintas| Huambo

A Faculdade de Direito da Universidade José Eduardo dos Santos (UJES) tem disponíveis 240 vagas para novos alunos, anunciou sexta-feira no Huambo o decano da Faculdade, João Valeriano.A Faculdade manteve o mesmo número de admissões, sendo 120 para o período regular e igual quantidade para o pós-laboral.

As vagas estão também reservadas para os estudantes das províncias do Bié e do Moxico
Fotografia: Nuno Flash

As vagas estão também reservadas para os estudantes do Bié e Moxico, tendo em conta que a faculdade pertence à quinta região académica. Neste momento, segundo o decano, a Faculdade de Direito conta com 56 professores, apenas três dos quais efectivos. A maior parte dos docentes itinerantes são da Faculdade de Direito da Universidade Agostinho Neto (UAN), que periodicamente dão aulas no Huambo.
O decano referiu que 95 por cento do corpo docente da Faculdade é contratado, muitos estão em formação e alguns já defenderam as suas teses de mestrado e de doutoramento.
O número de salas de aulas para os estudantes do 1.º ao 5.ºAno são suficientes, uma vez que há dois anos foram efectuadas obras no recinto da Faculdade, que passou a contar com mais três salas.
João Valeriano salientou que a Faculdade de Direito vai manter as defesas de tese no fim do curso. A primeira experiência, considerada satisfatória,ocorreu em Julho do ano passado. Este ano é graduado o segundo grupo de licenciados em Direito.
O decano disse que, assim que os estudantes do 5.º Ano terminarem a parte curricular, vão receber os temas para a dissertação, ao mesmo tempo que a Faculdade prepara as condições para que, até Julho, defendam as suas teses.
Outro grande projecto tem a ver com a conclusão das obras do Tribunal Simulado. O objecto é a realização de aulas práticas, que vão ser introduzidas no sistema de aulas.
Apesar de alguns embaraços impostos pela situação que o país atravessa, João Valeriano considerou positivo o ano lectivo findo, pois foram atingidos resultados na ordem de 89 por cento. João Valeriano referiu que os estudantes que concluírem a parte curricular devem apenas fazer duas disciplinas, que foram ministradas na época especial, entre os dias 5 e 15 deste mês.A partir deste ano lectivo, o estudante do 3.º Ano com cadeiras em atraso não transita para a classe seguinte, sendo, neste caso, também abrangido pela época especial.
Foram igualmente introduzidos os exames para a melhoria de notas, para evitar que muitos estudantes tenham uma média final baixa.Com isso, explicou João Valeriano, os estudantes acabam por corresponder aos requisitos impostos pelo Tribunal de Contas, segundo o qual“para concorrer à docência de alguma disciplina o candidato tem de ter uma média de, no mínimo,14 valores”.

Plano curricular

Quando foi institucionalizada,a Faculdade de Direito da UJES manteve o currículo académico da sua congénere UAN, tendo obedecido ao mesmo ciclo de ensino.O decano referiu que foi depois necessário introduzir algumas cadeiras, com destaque para o Direito Romano, História das Ideias Políticas e Metodologia Jurídica no Currículo Escolar.
No ano 2013, devido à orientação de que ninguém termina a Faculdade sem apresentar uma monografia, o estabelecimento de ensino superior introduziu a cadeira de Metodologia de Investigação Científica para os estudantes estarem melhor preparados.
As disciplinas de Língua Portuguesa, Inglês e Francês Jurídico e Latim foram introduzidas em 2015 no primeiro ano do curso,de modo a colmatar algumas dificuldades apresentadas pelos estudantes.
O decano confirmou que as inscrições para os testes de admissão de estudantes arrancaram no dia 5 de Janeiro e terminam a 25 do corrente, estando os exames marcados para 2 de Fevereiro. No dia 2 de Fevereiro, vão ser realizados dois exames, um para os candidatos inscritos no regime regular e outro para os do período pós-laboral.

Tempo

Multimédia