Províncias

Centro materno infantil dá assistência a homens

Mário Clemente| Huambo

O novo centro materno-infantil do Huambo, localizado no bairro Kapango, abriu excepção no atendimento a pacientes adultos do sexo masculino, apesar de ter a vocação para crianças e mulheres, disse ontem a directora da instituição.

Arminda Culembi explicou que a instituição, aberta 24 horas por dia e com serviços de urgência e internamento, atende só nas consultas externas casos de homens apoquentados por diversas doenças, embora a unidade seja materno-infantil, no sentido de desafogar as outras unidades da região.
Inaugurado pelo ministro da Defesa, João Lourenço, durante as comemorações do Dia da Paz e da Reconciliação Nacional, a 4 de Abril, a nova unidade clínica do Huambo está a atender igualmente doentes das províncias de Benguela, Bié e Cuando Cubango.
Com capacidade para 42 camas, o centro materno infantil funciona com as especialidades de consultas pré natal e externas de medicina, pediatria, puericultura, ginecologia, maternidade e vacinação. Dispõe ainda de serviços gerais, partos, internamento, laboratório, farmácia, planeamento familiar, aconselhamento, testagem voluntária de VIH-Sida e de apoio hospitalar, segundo a directora.

Quadro clínico

Além do apoio do Governo, o Centro Materno-Infantil de Kapango conta com ajuda da organização não governamental World Vision e Secoma, através do Programa Nacional de Luta contra a Malária e  Febre-amarela.
Neste momento, a unidade hospitalar tem três médicas internas, quatro técnicos de laboratório, um farmacêutico, 48 técnicos de enfermagem, entre eles alguns licenciados e outros auxiliares, além de pessoal de apoio.
Arminda Culembi considerou os serviços do banco de urgência, pediatria, consulta pré-natal e de medicina como os mais procurados pela população da região, desde o primeiro dia, com uma média de mais de 600 pacientes por dia. A directora do centro materno apelou aos funcionários e pacientes a cuidarem bem das instalações, para que as mesmas durem mais tempo e sirvam também para as gerações vindouras.

Tempo

Multimédia