Províncias

Chuva desaloja famílias

Chuva intensa, acompanhada de rajadas de vento, caiu sobre o município de Ecunha, a 45 quilómetros da cidade do Huambo, no último final de semana, e causou o desalojamento de 108 famílias, na sequência do desabamento das suas casas.

As fortes chuvas causaram muitos danos
Fotografia: Jornal de Agola

Em declarações à Angop, o administrador municipal, Cesário Calixto Chissaluquila, garantiu, segunda-feira, apoio às famílias sinistradas e lamentou o sucedido.
“Fizemos um levantamento que vamos remeter ao Governo Provincial para, com a Comissão Provincial de Serviços de Protecção Civil e Bombeiros, estendermos a nossa mão solidária a estas pessoas, que ficaram sem habitações”, disse.
O administrador do município a­pelou aos cidadãos para não construírem casas em zonas de risco, uma vez que as 108 casas que desabaram localizavam-se em áreas ­perigosas.
Na semana passada a chuva provocou duas mortes e cinco feridos na comuna da Calenga, município da Caála, a 33 quilómetros da cidade do Huambo.

Tempo

Multimédia