Províncias

Chuvas causam mortes e destruição

Adolfo Mundombe | Mungo

As fortes chuvas dos últimos dias no Mungo, Longonjo e Bailundo causaram a morte de duas pessoas e a destruição de 14 casas, afirmou o chefe de repartição dos serviços técnicos do primeiro daqueles municípios.

Tito Satumba disse  que as duas pessoas morreram atingidas por uma faísca, quando regressavam das lavras, nos arredores da vila.
A vila do Mungo, lamentou, tem apenas dois pára-raios, insuficientes para todo o território.
As faíscas provocaram desde 15 de Setembro sete mortes na província do Huambo.
Por outro lado, a via que liga a localidade do Lépi ao Dumbo está intransitável devido ao desabamento da ponte sobre o rio Apupa.

Tempo

Multimédia