Províncias

Combate à malária tem bom resultado

O programa de combate à malária na província do Huambo apresenta resultados animadores, em função da redução de casos, de 64.314, em 2005, para 40. 484, em 2013.

Houve também uma diminuição de óbitos, no mesmo período, de 2.105 para 19, cifra que comprova o sucesso.
Os dados foram apresentados pelo vice-governador para o sector Técnico e Infra-estruturas, Calunga Francisco Quissanga, nas jornadas nacionais da malária. Calunga Quissanga explicou que a redução significativa dos casos da doença se deve, em parte, à mobilização alcançada, através da mobilização das autoridades tradicionais e religiosas, melhoramento, tratamento e seguimento dos casos notificados, qualificação dos profissionais de saúde, a permanente disponibilização dos meios de diagnóstico e medicamentos eficazes.
O vice-governador do Huambo destacou as acções tendentes à promoção da saúde e a distribuição de mosquiteiros impregnados com insecticida de longa duração, para além da informação, educação e comunicação sobre os métodos de prevenção da doença.
Apesar da significativa redução da malária, o responsável para a área Técnica e Infra-estruturas do Governo do Huambo garantiu que as autoridades locais vão continuar a fazer esforços no sentido de serem, cada vez mais, melhoradas as condições de saúde da população, com base na reabilitação de mais unidades sanitárias, aumento de técnicos e qualificaçãoconstante dos seus conhecimentos. 

Tempo

Multimédia