Províncias

Comissões com mais capacidade técnica

Marcelino Dumbo | Huambo

As autoridades provinciais do Huambo estão a reforçar a capacidade técnica das comissões ligadas ao serviço de protecção civil, com vista à redução dos riscos relacionados com desastres.

Agentes locais da Protecção Civil aumentam conhecimentos sobre catástrofes naturais
Fotografia: Francisco Lopes | Huambo

Até sexta-feira, pelo menos 50 agentes da comissão provincial de Protecção Civil concluíram uma acção formativa sobre avaliação participativa de capacidades e vulnerabilidades nas comunidades.
Promovido pelo Serviço Nacional de Protecção Civil, o seminário, com a duração de dois dias, serviu para reforçar a capacidade dos técnicos locais e actualizar conceitos chave de redução de risco de desastres.
O vice-governador para o sector Político e Social, Guilherme Tuluka, apontou as campanhas de sensibilização como um dos factores fundamentais para a prevenção das calamidades naturais e sinistros. A prevenção, salientou, constitui a condição indispensável para minimizar os custos, racionalizar os recursos financeiros e reduzir os riscos, de modo a preservar as vidas humanas.
Guilherme Tuluka deu exemplos de calamidades no país que obrigam a realizar planos de contingência, como as secas, inundações, calemas e outros acidentes naturais que se registam em quase todo o território.
O vice-governador considerou oportuna a acção formativa, porque permitiu planear o necessário e aplicar os conhecimentos em caso de eventuais catástrofes naturais. Acções de formação idênticas já foram realizadas no Uíge, Cabinda, Cuanza Norte, Cuando Cubango, Malanje, Bié, Benguela, Huambo, Luanda,  Huíla e Bengo.

Tempo

Multimédia