Províncias

Conduta da juventude é debatida no Huambo

Estácio Camassete | Huambo

A conduta social da juventude no Huambo foi, ontem, tema de um debate promovido pela Direcção Provincial da Cultura e Brigada Jovem de Literatura.

Jovens aconselhados a ter bons hábitos
Fotografia: Jornal de Angola

A conduta social da juventude no Huambo foi, ontem, tema de um debate promovido pela Direcção Provincial da Cultura e Brigada Jovem de Literatura.
Subordinada ao tema “Identidade Social Juvenil”, o debate teve como prelector o sociólogo Memória Ekulika que na ocasião convidou os jovens a mostrarem os seus conhecimentos e a pautarem a sua vida por um comportamento social positivo, para serem mais úteis às famílias, à nação e ao mundo.
Memória Ekulika louvou a iniciativa da juventude que nos últimos meses tem promovido debates e encontros com o objectivo de mudar a mentalidade dos jovens para que possam recuperar os valores cívicos e morais que aos poucos estão a desaparecer.
O sociólogo apontou o consumo excessivo de álcool, a violência doméstica e a delinquência juvenil como bases do desvio da conduta de muitos jovens.
O escritor Filipe de Mascarenhas afirmou no debate que a juventude tem uma “identidade perturbada por aderir a hábitos estranhos à nossa cultura” e esquecer as suas origens. A juventude precisa de se reencontrar para adquirir uma posição social aceitável e evitar que o número de jovens presos continue a subir.  “A globalização tem coisas boas. Podemos dela tirar algo de positivo e unir ao que de bom tem a nossa cultura para a juventude caminhar bem”, disse o escritor.
O secretário provincial da Brigada Jovem de Literatura, João Lara Hotalala, disse que os jovens precisam de se reencontrar para definir as suas condutas, de forma a superar todos os problemas que os intimidam. Defendeu a necessidade de conhecer a sua origem, cultura, visão do que está à sua volta e dar passos significativos para o desenvolvimento da sociedade.
O ciclo de palestras serve de abertura para uma digressão que vai abranger todos os municípios da província, para a juventude adoptar novas atitudes. Participaram na palestra escritores, escuteiros, membros da Brigada Jovem de Literatura e convidados.

Tempo

Multimédia