Províncias

Conforto e simpatia no mais moderno hotel do Huambo

O Hotel Tchimina foi inaugurado em Agosto do ano passado e é o mais moderno do Huambo

Restaurante panorâmico apresenta uma cidade diferente
Fotografia: Rogério Tuti

O Hotel Tchimina foi inaugurado em Agosto do ano passado e é o mais moderno do Huambo. Guilherme Tchimina foi o homem que sonhou e concretizou o nascimento de uma unidade hoteleira que prima pelo conforto e a simpatia: "esta obra nasceu do nada. Eu fui o primeiro industrial do Huambo a fabricar blocos. Comecei com um armazém e um supermercado. Um dia decidi erguer este hotel".

Algum tempo depois da abertura do supermercado e do armazém, no mesmo espaço, Guilherme Tchimina abriu uma padaria: “todos esses equipamentos estão ainda a funcionar. O supermercado “vai ser remodelado, vou criar uma secção de venda de móveis”.
A estrutura básica do prédio estava preparada para crescer em altura e Guilherme Tchimina resolveu investir a sério na hotelaria: “o Huambo tem um défice no sector hoteleiro, há poucas camas disponíveis. Como tinha esta estrutura pronta para receber mais andares, em vez de um prédio de apartamentos resolvi fazer um hotel em três pisos e um quarto piso de cobertura onde fica um bar e o restaurante do hotel”.
O último piso do Hotel Tchimina tem uma vista magnífica sobre a cidade do Huambo e a carta do restaurante tem os melhores pratos da cozinha internacional. O serviço oferece as mesmas características de todo o hotel: simpatia e eficiência”. Guilherme Tchimina investiu quase três milhões e meio de dólares no empreendimento mas com os equipamentos e o mobiliário, está orçado em quase cinco milhões. É um projecto arrojado que o proprietário diz que valeu a pena: “temos no Huambo um hotel com elevada qualidade em termos de instalações e serviços. Esta obra representou um grande esforço finaceiro, pois a minha empresa teve de fazer um empréstimo de um milhão e meio de dólares ao Banco BIC”. O Hotel Tchimina oferece aos clientes 33 quartos mobilados com gosto e elevada qualidade, que proporciona aos hóspedes grande conforto. Todos os quartos têm frigorífico, televisão e Internet. Do total de quartos, três são suites presidenciais: “cada suite tem uma sala ampla, um quarto e um quarto de banho completo. O mobiliário e os equipamentos são de luxo”.
O Hotel Tchimina tem 15 quartos de casal, 12 duplos e três individuais: “quando concebi este hotel decidi que tínhamos de incluir uma sala de conferências ampla, para respondermos às necessidades de grupos que se deslocam ao Huambo para conferências ou reuniões de empresas e instituições públicas”.
A sala de conferências, mobilada com gosto e muito discreta, tem 60 lugares e está equipada com sistema informático e projector.
A mais moderna unidade hoteleira do Huambo criou 47 postos de trabalho, todos jovens e de recrutamento local: “são jovens que estão a começar na profissão e ao mesmo tempo fazem a sua formação profissional, atendendo os hóspedes. O nosso problema em Angola é mesmo encontrar trabalhadores especializados na indústria hoteleira. Como não existem ou são raros no mercado, temos que lhes dar formação enquanto desempenham as suas funções”. A nossa reportagem esteve hospedada no Hotel Tchimina e para além do elevado nível de conforto, testemunhámos que o pessoal é simpático e faz tudo para que os hóspedes se sintam bem.
O atendimento é acima da média. Muitos jovens que trabalham na unidade hoteleira, não tinham experiência anterior.
O Hotel Tchimina tem um camião cisterna próprio que garante o abastecimento permanente de água potável: “a energia é garantida por um gerador de 120 KVA e estamos a montar outro de 140 KVA. Enquanto o fornecimento de água e luz ao Huambo não for permanente, o hotel estará sempre abastecido pelos seus meios”.
O Hotel Tchimina além de ser a mais moderna unidade hoteleira do Huambo é já um cartão de visita da capital do Planalto Central.
O serviço é eficiente e os quartos s\ao de luxo. Mas os preços são uma agradável surpresa, muito abaixo dos que são praticados em hotéis do mesmo nível.
Um quarto singular custa apenas 10.000 kwanzas, um quarto de casal 13.000, um duplo 16.320 e as suites custam 27.840 kwanzas. As refeições no hotel, à lista, têm também preços acessíveis.

Tempo

Multimédia