Províncias

Construção de mais escolas melhora sistema de ensino

Estácio Camassete | Huambo

O director provincial da Educação, Ciência e Tecnologia no Huambo, Sampaio do Amaral, anunciou a entrada em funcionamento, no próximo ano lectivo, de mais de 200 salas, o que aumenta o número de alunos matriculados de 708.000 para 800.000 e acaba com a superlotação nas salas.

Governo aposta no aumento de salas
Fotografia: Maria Augusta

O aumento gradual do número de salas favorece o relançamento do processo de aprendizagem a nível da província, com o envolvimento cada vez maior de docentes, além de tornar o ensino mais rigoroso e com maior qualidade e expandir a rede escolar.
O director da Educação referiu durante o encontro que serviu para balancear o ano de 2014 que foram matriculados cerca de 708.000 alunos, da iniciação ao II ciclo, suportados por cerca de 20 mil professores, em 6.000 salas disponíveis.
O ano lectivo foi positivo e houve bom aproveitamento escolar, à volta de 82 por cento.
Durante o ano lectivo de 2014, o Governo Provincial do Huambo distribuiu gratuitamente cerca de seis milhões de manuais de Língua Portuguesa, Matemática, Estudo do Meio, Educação Manual Plástica e Musical. Em 2015 são entregues 15 milhões de livros.
A Direcção Provincial de Educação no Huambo  controla 20 colégios privados. A inspecção escolar funcionou todos os dias e acompanhou o trabalho dos professores ao longo do ano lectivo.
O sector da Educação vai continuar em 2015 a perseguir a excelência, expandir a rede escolar com infra-estruturas condignas e a formação de mais professores, aos quais apela mais profissionalismo. 

Tempo

Multimédia